Dois lindos filmes para quem gosta de cachorros.


Marley e Eu (Marley & Me)
Sinopse: John e Jenny eram jovens, apaixonados e estavam começando a sua vida juntos, sem grandes preocupações, até ao momento em que levaram para casa Marley, "um bola de pêlo amarelo em forma de cachorro", que, rapidamente, se transformou num labrador enorme e encorpado de 43 quilos. Era um cão como não havia outro nas redondezas: arrombava portas, esgadanhava paredes, babava nas visitas, comia roupa do varal alheio e abocanhava tudo a que pudesse. De nada lhe valeram os tranqüilizantes receitados pelo veterinário, nem a "escola de boas maneiras", de onde, aliás, foi expulso. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional. Imperdível.
Obs: O filme é uma adaptação do livro "Marley & Me", escrito pelo jornalista e colunista do Philadelphia Inquirer John Grogan, que descreve sua experiência com o cão hiperativo que passou a fazer parte da família.
filme é muito lindo e divertido !



Sempre ao seu Lado (Hachiko: A Dog's Story)

Sinopse: Quando Hachiko, um filhote de cachorro da raça akita, é encontrado perdido em uma estação de trem por Parker (Richard Gere), ambos se identificam rapidamente. O filhote acaba conquistando todos na casa de Parker, mas é com ele que acaba criando um profundo laço de lealdade.


Obs: A história do filme , é baseada em uma história real, uma história de lealdade de um cão chamado Hachiko , não vou contar aqui o fim da história , porque estarei contando o filme, mais quem quer saber mais da história de Hachiko : http://pt.wikipedia.org/wiki/Hachiko

Gente , confesso que chorei muuuuuuuuuito nesse filme.


Essa é a estátua em homenagem Hachiko , ela foi feita em 21 de Abril de 1934 em frente ao portão de bilheteria da estação de Shibuya , bairro de Tóquio
Fonte das sinopses : http://www.cinepop.com.br/

posted under , |

4 comentários:

Elinaia Vasti ♥ disse...

Caraca,nem fala,chorei rios de lágrima com os dois filmes...eu num guento!,rs

yasmin disse...

eu não aguentei chorei muito eu tive um filhote de pardal ele morreu meu pai fez uma orta ele apareceu la é bebê ainda pq perto da orta tinha uma árvore o ninho da mãe dele tava lá com ele ele ciu na orta não tinha como bota ele la de volta ele tava quase morrendo meu pai viu ele e cuido ele passo quase um mês com agente e então um dia no lugarzinho dele onde ele ficava não em uma gaiola ele era livre não sabia voa ele ñ ia mais embora já tinha se acustumdo um dia no lugar dele ele predeu a patinha quando nós acordamos ele tinha morrido e no lugar onde nós achamos ele ele foi enterrado ele ta a orta enterrado só tenho 9 anos então a dor foi muito grande lembrei dele chorei muito♥.

Diego Gomes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diego Gomes disse...

Não adiantou eu bancar o durão, pois a emoção foi mais forte. Ainda não assisti Marley e Eu, mas aos 23 anos acho que "Sempre ao seu lado" foi o filme mais triste que já assisti. É impossível não ficar comovido com a história dele e não ficar de coração partido por um animalzinho que esperou 9 anos por seu dono, até a morte. Essa história jamais deverá ser esquecida, e no que depender de mim será transmitida para a próxima geração. Quando meus cachorros morrerem, se eu adotar outro, irá se chamar "Hachi". Um dia irei ao Japão, e farei questão de conhecer a estátua dele.

Postar um comentário

Muuito obrigada por comentar!
Volte sempre!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Siga-me os bons!

    Ocorreu um erro neste gadget

    .

    Pegue o seu no Templates by Maximus

Recent Comments